Adrenalina e muito calor marcam abertura do Brasileiro de Motocross

19/03/2024

 

No último domingo (17), a cidade de Sorocaba sediou provas disputadíssimas e emocionantes para a Abertura do Campeonato Brasileiro de Motocross.  Com uma estrutura grandiosa, pilotos altamente capacitados e de todos os cantos do mundo e boxes completamente lotados, está oficialmente aberta a temporada 2024.
 

As programações do dia iniciam logo cedo, conforme estipulado no cronograma com os WARM-UP, seguido das provas oficiais. Por volta das 10h as motos roncavam seus motores, e foi então que a Arena Motocross se transformou no ponto central de adrenalina e emoção.

 

A primeira sequência de provas foi das categorias MX2JR, 65cc e MXF, respectivamente. Na categoria MX2JR, Vitor Borba soube administrar a difícil pista de Sorocaba e saiu vencedor da etapa e líder do Campeonato. Pela 65cc, o grande vencedor foi Heitor Matos, o piloto buscou errar o mínimo possível, defendeu-se do seu adversário Zion, e alcançou o lugar mais alto do pódio. Tatá Castro, piloto satélite Honda da equipe JP Pro Honda Team pela categoria MXF emocionou a todos com sua brilhante pilotagem e emoção ao cruzar a linha de chegada. Tata levou sua equipe ao primeiro lugar, com maestria, liderou a prova de ponta a ponta. 

 

Confira os Resultados:

 

MX2JR:
1º - Vitor Borba
2º - Gabriel Bilhar
3º - Pietro Piroli
4º - Arthur Gomes
5º - Gabriel Sirino

 

Vitor Borba - Foto: Cristiano/ Fox Filmes

 

65cc:
1º - Heitor Matos
2º - Zion Berchtold
3º - Henri Krug
4º -  Lorenzo Ricken
5º - Tony Piroli

 

Heitor Matos - Foto: Cristiano/ Fox Filmes

 

MXF:
1º - Tatá Castro
2º - Luana Neves
3º - Brunna Bartz
4º - Marcely Cazadini
5º - Bia Gomes

 

Tatá Castro - Foto: Cristiano/ Fox Filmes

 

A segunda sequência de provas, foi composta pelas categorias MX3, MXJR e as mais aguardadas do dia, MX2 e MX1.

 

Pela MX3 quem levou a melhor foi o piloto argentino, José Felipe. Já na categoria MXJR, o Francesco Copetti cruzou a bandeira quadriculada por primeiro, somando pontos importantes no campeonato.
 

Resultado MX3:
1º - José Felipe Tigre
2º - Rafael Faria
3º - Humberto Martin Machito
4º - Cassio Anacleto
5º - Roosevelt Assunção

 


José Felipe Tigre - Foto: Cristiano/ Fox Filmes

 

Resultado: MXJR:
1º - Francesco Copetti
2º - Gui Ferreira
3º - Caio Grosbelli
4º - Pablo Galdino
5º - Vítor Rocha

 

Francesco Copetti - Foto: Cristiano/ Fox Filmes

 

O jovem e talentoso piloto, Bernardo Tibúrcio, neste ano representando a equipe Honda Racing, conquistou a vitória na primeira bateria na categoria MX2. Ao cruzar a linha de chegada, muita festa da equipe e da família.

 

Resultado MX2:
1º - Bernardo Tibúrcio
2º - Eric Tomas
3º - Vitor Borba
4º - German Bratschi
5º - Marcello Lima

 

Bernardo Tibúrcio - Foto: Cristiano/ Fox Filmes

 

A Honda Racing conquistou mais uma vitória neste domingo, desta vez com o francês, Stephen Rubini na primeira bateria da categoria MX1. Rubini fez uma boa largada, assumiu a liderança e cruzou a linha de chegada em primeiro.

 

Resultado MX1 (primeira bateria):
1º - Stephen Rubini
2º - Paulo Alberto
3º - Fábio Santos
4º - Miro Sihvonen
5º - Gustavo Pessoa

 


Stephen Rubini - Foto: Ney Evangelista

 

A Elite MX, categoria mais aguardada do campeonato por unir os pilotos das categorias MX1 e MX2, foi a última a entrar na pista. Com gate lotado, os pilotos deram um show de pilotagem, técnica e domínio físico e emocional, levando o público presente a loucura. Uma grande disputa foi emplacada entre as equipes Yamaha Racing e Honda Racing com os pilotos Paulo Alberto e Fabio Santos pela Yamaha, e Stephen Rubini defendendo a Honda. Paulo largou na frente, fez holeshot, liderou a prova e administrou a pressão recebida pelo seu adversário Rubini que terminou a bateria na segunda posição.

 

Pela MX2, Marcello Leodorico, da equipe Yamaha Racing, subiu ao pódio no lugar mais alto, iniciando a temporada com pé direito e somando pontos importantes para si e para a equipe.

 

Resultado Elite MX:

1º - Paulo Alberto
2º - Stephen Rubini
3º - Fábio Santos
4º - Gustavo Pessoa
5º - Hector Assunção

 


Paulo Alberto - Foto: Cristiano/ Fox Filmes

 

SOMA MX1:

1º - Paulo Alberto
2º - Stephen Rubini
3º - Fábio Santos
4º - Gustavo Pessoa
5º - Miro Sihvonen

 

SOMA MX2:

1º - Bernardo Tibúrcio
2º - Marcello Leodorico
3º - Marcello Lima
4º - Eric Tomas
5º - Victor Borba

 

A abertura do Campeonato Brasileiro de Motocross foi um verdadeiro sucesso, com pilotos do Brasil, Uruguai, Argentina, Peru, França, Portugal, Finlândia, Venezuela, Equador e Espanha levando o nível do campeonato à um patamar altíssimo e cada etapa mais difícil.

 

Com o grande sucesso da rodada de abertura, nos vemos na segunda etapa do Campeonato Brasileiro de Motocross que acontece na cidade de Canelinha (SC) nos dias 06 e 07 de abril.

 

Voltar