search engine by freefind advanced
search engine by freefind advanced
Exemplo: CSS Dropdown menu sem JavaScript ou hacks
Visualizar Noticia

Presidente da CBM percorre federações e avalia potencialidades do Nordeste

07/02/2019

As federações do Maranhão, Ceará e Piauí começaram o ano em clima de comemoração. A Festa dos Campeões promovida por algumas das federações tem o intuito de premiar os pilotos que se destacaram na temporada anterior. O presidente da Confederação Brasileira de Motociclismo, Firmo Henrique Alves, percorreu em janeiro estes Estados onde prestigiou a premiação aos pilotos de diversas modalidades. "Infelizmente nem todos os Estados fazem Festa de Premiação. Seria importante que todas tivessem esta mesma conduta para fortalecer o esporte localmente, pois é o momento em que se valoriza todo o trabalho feito pelo piloto ao longo de todo ano." - ressaltou o presidente.
 
Federação de Motociclismo do Piauí premiou em janeiro pilotos que se destacaram na temporada 2018.
 
Na oportunidade, pilotos, equipes e promotores de ventos puderam dialogar diretamente com o presidente e apontar a realidade do motociclismo em suas regiões. "Desde o começo do meu mandato tenho visitado os Estados para entender suas necessidades e dificuldades. Sempre demos abertura para o diálogo, o que não era comum em outras gestões. É através dessa conversa que conseguiremos captar informações para poder ajudar e assim, fazer com que o motociclismo se desenvolva em suas regiões, fortalecendo o esporte no Brasil" - completou.
Presidente Firmo Alves compartilha com federações nordestinas conteúdos técnicos para organização de eventos de grande porte de motociclismo na região. Foto: Pedro Vitorino.
O presidente informou que medidas já serão tomadas para auxiliar as federações quanto às ações administrativas mais eficazes e organização de eventos mais estruturados. "Através de seminários a CBM irá difundir tecnicamente a evolução e a prática de como se realizar eventos com motocicletas e como elas podem apoiar os que estão ou querem iniciar no esporte" - revelou Firmo que também esteve presente no II Seminário CBM/Nordeste.
 
O seminário organizado pela federação do Rio Grande do Norte (FEMORN), contou também com a presença de organizadores de prova e membros de federações do Nordeste que abordaram temas como legislação no motociclismo, eventos esportivos e suas responsabilidades e consequências, e empreendedorismo no esporte. "Acredito que a partir desta data o motociclismo do nordeste não será mais o mesmo, pois foram discutidas várias vertentes e apresentadas sugestões de melhoria", e ressaltou que " o mais legal foi a participação maciça dos promotores de eventos, tirando suas dúvidas e dando suas opiniões". - comentou Assis Aquino, presidente da FEMORN.
 
Presidente da CBM dialoga com membros da federação nordestina, pilotos e organizadores de eventos durante o 2º Seminário CBM/Nordeste. Foto: Pedro Vitorino
Para Firmo, o Nordeste é uma região em potencial que possui condições reais de receber grandes eventos, como Campeonatos Brasileiros e até mundiais. "O Nordeste não é mais uma região semi-árida e distante do nosso país. A região se modernizou, prosperou e hoje tem um grande potencial de crescimento, acima da média nacional, sem falar também na quantidade de motociclistas que vem crescendo na região. Com isso é preciso uma rápida evolução das federações nordestinas. E para auxiliá-las nesse crescimento é que estive presente nessa Assembleia, com o objetivo de cooperar no que se fizer necessário para a rápida evolução dos campeonatos e também para poder levar grandes eventos para a região. Já imaginou uma etapa do Campeonato Mundial de Motocross ou de outras modalidades no Nordeste? Isso é possível, desde que haja organização, conhecimento técnico aprimorado e união dessas federações" - disse.
A CBM também reconhece a importância de competições privadas que possuem sua chancela como forma de incentivo a novos pilotos. Como é o caso do Rally Piocerá que foi ralizado no nordeste do país entre os dias 21 e 25 de janeiro. O presidente da instituição também acompanhou de perto os bastidores e parabenizou a organização pelo evento.
 
32º Rally Piocerá aconteceu entre os dias 21 e 25 de janeiro. Foto Doni Castilho.
"O PIOCERÁ tem trinta e dois anos de história e com ele toda uma experiência adquirida ao longo desse tempo. Essa experiência tem demonstrado que mesmo em regiões mais “remotas”, que não pertencem ao eixo centro-sul do Brasil, se pode realizar eventos bem organizados e com grande visibilidade nacional. Com certeza a palavra-chave é “organização”. PIOCERÁ é bem organizado, cumpre o que promete e entrega aos patrocinadores uma grande geração de mídia e conteúdo. Entrega também aos pilotos uma prova que cumpre data, horários e pensa na segurança de todos os pilotos." - avaliou o presidente
 

 

Voltar