Exemplo: CSS Dropdown menu sem JavaScript ou hacks
Visualizar Noticia

Brasileiro é convidado para Mundial de Freestyle Motocross na China

01/10/2018

 

Piloto de Boa Vista (RR) competirá na 5ª etapa da temporada, que será realizada quarta-feira (3) na cidade de Wuhan, China

Foto: Diego Mafra

Kiko Silva está pronto para encarar um dos maiores desafios de sua carreira: competir no Mundial de Freestyle Motocross, o popularmente conhecido Night of the Jumps. Na quarta-feira, 3 de outubro, o piloto de Boa Vista (RR) disputará a 5ª etapa da temporada 2018, realizada na cidade de Wuhan, China. Apesar da qualidade dos adversários, o piloto está confiante que representará bem o Brasil na competição.

 
O Night of the Jumps é realizado desde 2001. E no meio dos anos 2000 o campeonato conquistou da Federação Internacional de Motociclismo (FIM) o status oficial de Mundial de Freestyle Motocross. Hoje com etapas realizadas na Alemanha, Suíça, Polônia e China, é o mais extenso e global circuito do freestyle motocross. Importância comprovada no elenco de pilotos do circuito. Campeões como Maikel Melero (Espanha), Libor Podmol (República Checa) e Remi Bizouard (França).
 
Kiko acredita que o convite para pilotar entre os melhores do mundo resultou da união entre evolução técnica e foco para chegar ao Mundial. Desde que iniciou a carreira internacional, o Night of the Jumps era uma das principais metas.
 
Atualmente Kiko Silva passa boa parte da temporada integrando o Stunt Masters Team. A equipe realiza espetáculos num parque temático localizado na cidade de Zhangjiajie, China. A rotina é intensa, com shows quase diários, nos quais as manobras do freestyle motocross combinam-se a outras atrações motorizadas, o que exige precisão absoluta nos saltos do brasileiro.
 
Precisão que fortalece a confiança de Kiko para o Mundial: “Minha expectativa é enorme. Estou treinando bastante minhas manobras, para encaixar as melhores no campeonato. Quero pilotar na minha melhor forma, pelo freestyle motocross brasileiro”.
 
Ainda no que se refere ao freestyle motocross brasileiro, tanto sob o aspecto técnico quanto em termos de visibilidade, Kiko considera de suma importância colocar a bandeira do País em meio às potências do motociclismo internacional. “Quero contribuir para elevar cada vez mais o nível do freestyle motocross nacional. E pilotar junto aos melhores é fundamental. Impulsiona nossa evolução, e a busca pela disputa em pé de igualdade com os melhores do mundo”, conclui o piloto.
 
 
Campeonato Mundial de Freestyle Motocross – Etapa Wuhan (China)
 
Kiko Silva (Brasil)
Maikel Melero (Espanha)
Luc Ackermann (Alemanha)
Libor Podmol (República Tcheca)
Filip Podmol (República Tcheca)
Petr Pilat(República Tcheca)
Remi Bizouard (França)
Brice Izzo (França)
Rob Adelberg (Austrália)
Pat Bowden (Austrália)
Kai Haase (Alemanha)

 

Voltar