Exemplo: CSS Dropdown menu sem JavaScript ou hacks
Visualizar Noticia

Confira como foi a abertura do Brasileiro de Supermoto

02/05/2018

foto: Ricardo Santos.

O evento iniciou-se no sábado, dia 21, com os treinos e as vistorias técnicas. Inicialmente entraram na pista as categorias voltadas aos pilotos de motovelocidade que usam apenas a parte  de asfalto da pista, SM Bikers,Speed 300, Street 250 e a categoria exclusiva do Campeonato Paulista, Speed 135, em seguida deram inícios aos treinos livres das categorias da Supermoto com a pista completa, o Kartódromo de Piracicaba inaugurou um novo traçado de terra para Supermoto, inspirado nos melhores circuitos do mundial, com trechos com 2 opções para os pilotos.No sábado os treinos encerraram às 18:30.

No domingo, dia 22 , o dia já começou valendo, com os treinos cronometrados, a Organização optou por juntar o treino de warm up, de 10 minutos e o treino cronometrado, de 12 minutos, em um único treino cronometrado, valendo para definir o grid de largada.

Em seguida, tivemos a primeira bateria de SM Bikers,com alguns dos ,melhores pilotos do Motovelocidade Nacional, tais como: José Teixeira o Cachorrão #51, Juninho Trudes#72, que se juntaram aos pilotos de Supermoto Laszlo Piquet #273 e Mauriti Junior #832.Logo na largada, o Cachorrão #51, deixou a moto apagar e Laszlo Piquet manteve a ponta, deixando a disputa de segundo lugar para Mauriti Junior e Juninho Trudes.

A segunda bateria do dia foi das motos Speed 300, Street 250 e Speed 135, categorias que estrearam no Brasileiro de Supermoto.com a vitória de Eduardo Baccarin #39 , da Speed 135, seguido por Luis Gustavo #89, da Speed 250 e Helder Schad, do Rio de Janeiro.

Na terceira bateria, iniciou-se as etapas com a pista completa do Supermoto, usando o trecho de terra, comas categorias SM2, SM3 e SM3 PRO.Já na primeira etapa, a SM2 mostrou que em 2018 será uma das categorias mais disputadas e equilibradas.Nesta categoria, a disputa foi intensa a bateria toda, com os irmãos Guimarães entre os 3 primeiros , sendo separados por Eduardo Venzol #67e seguidos de perto por Bruno Fernandes #111, no final da bateria, Cléber Guimarães #145, venceu a etapa, seguido por Eduardo Venzol #67 e Wilson Guimarães #146.Tivemos um acidente no trecho de terra com o piloto Sebastian Rochon #27, que ocasionou bandeira amarela no trecho para o pronto atendimento ao piloto, que com dores na região lombar, foi encaminhado ao hospital de pronto socorro. Nessa bateria, tivemos a vitória de Helder Schad #01, na SM3 PRO, seguido por Felipe Teixeira #28, na categoria SM3, vencida pelo piloto Fábio Florin #38, seguido por Juliano Meira #8 e Gustavo Ceccarelli #79.

 

Na última bateria antes do intervalo do almoço, estavam na pista os melhores pilotos de Supermoto do Brasil, nas categorias, SM1, SM1 STOCK e SM4 OVER 40.Nesta bateria,o piloto Pedro Rehn #88, que este ano também está participando do Mundial de Supermoto, não deu chance para os adversários, largando na pole e liderando a bateria de ponta a ponta. A disputa desta bateria ficou entre Kléber Justino #20 e Chiquinho Velasco #71, após o intervalo de almoço, tivemos a segunda bateria da SM Bikers, desta vez, o piloto da moto #51, Cachorrão, que largou em sétimo, devido ao resultado da primeira bateria, partiu para uma prova de recuperação.por sua vez, Laszlo Piquet e Mauriti Junior se distanciaram do segundo pelotão, liderado por Cachorrão, terminndo ao final da bateria, Laszlo Piquet, venceu, Mauriti Junior em segundo e Cachorrão em terceiro. Na somatória das duas baterias, a classificação ficou a seguinte: Laszlo Piquet #273, segundo Mauriti Junior #832, terceiro Juninho Trudes #72, Felipe Savordelli #13 ,Luis Teixeira( Cachorrão) #51.

Já na categoria Speed 250, a soma dos resultados levou Luis Gustavo, #89 à primeira colocação, seguido por Samuel Sallas #1 e Helder Shad #11 .

A segunda bateria da categoria SM2 e SM3 e 3 PRO, o piloto Felipe Teixeira #28, da categoria SM3 PRO, conseguiu andar forte entre as motos da SM2 e acabou em quarto lugar na geral. Na soma da baterias da SM2, sagrou-se campeão da etapa, na SM2, o piloto Cléber Guimarães #145, seguido por Eduardo Venzol #67,Wilson Guimarães #146, Luis Torto #66, Pepe Pons #29.Na SM3, Fábio Florian #88, foi o primeiro, seguido por Juliano Meira #8, Gustavo Ceccarelli #79,e na SM3 PRO, Felipe Teixeira #28, Helder Shad #01  e Jucelino Oliveira #751.

Na última bateria do dia, o piloto Pedro Rehn, mais uma vez não deu chance à concorrência, chegando a dar uma volta em cima do sexto colocado, já pela segunda posição, a disputa foi intensa entre Chiquinho Velasco e Kléber Justino, trocando de posição várias vezes durante a prova. Velasco só conseguiu a segunda posição na penúltima curva do circuito na saída do trecho de terra, chegando em segundo lugar, à frente de Kléber Justino e Laszlo Piquet, já na SM4, Kléber Augusto #44, foi o grande campeão, seguido por Ricardo Sato #233 e Marcelo Silvério #7.

Na somatória dos pontos Pedro Rehn #88, sagrou-se campeão d Sm1, seguido por Chiquinho Velasco #71, Kléber Augusto #20, Laszlo Piquet, #273, Kléber Augusto #44, na SM1 Stock,o campeão foi Marco Bastos #74.E finalmente ena categoria SM4 OVER 40, Chiquinho Velasco foi o campeão, tendo Ricardo Sato em segundo, Kléber Augusto em terceiro e Marcelo Silvério em quarto.

O Campeonato Brasileiro de Supermoto terá prosseguimento nos dias 19 e 20 de maio, na cidade de Itajubá-MG, que fica localizada na divisa com São Paulo, a 250 km da capital paulista. O Campeonato Brasileiro de Supermoto conta com o patrocínio de Piquet Sports Supermoto, IMS Racewear, Dynotron, SAC Seguros e Mamute energy Drink. 

 

Voltar